OS RIOS MOREM DE SEDE, WANDER PIROLE

by - 02:09



O menino Bumba está animado com o passeio do dia - irá pescar com o pai. Mais feliz do que ele, no entanto, é o próprio pai, que quer repetir com o filho exatamente o que fazia com seu pai, o avô de Bumba. Tudo deveria ser igual - as varas de pescar, o lanche da matula e até o trajeto de trem. Mas o pai se dá conta de que nada é como antes - nem a partida na estação, muito menos a paisagem, que já antecipa a decepção da chegada - por conta da poluição, não há mais mata, peixes ou mesmo rio. Mas é neste ambiente hostil que pai e filho se conectam afetivamente.


Livro lindo, edição linda. Que trabalho grandioso da editora Cosacnaif. O livro faz uma crítica ao ser humano que tudo destrói, tudo polui. A história é sobre um pai que leva seu filho para pescar um um rio onde antigamente ia com seu pai falecido. Bumba(O filho) não ver a hora de chegar para pescar com seu pai, uma pratica que adquiriu assim como seu pai adquiriu com o seu.



Mais uma coisa ele não esperava, chegar e não encontrar peixe nenhum. O livro faz uma crítica ao ser humano que tudo destrói, tudo polui. Um lugar lago antes cheio de vida hoje se resume apenas a lama suja. Em maios as memorias de uma infância feliz ai na beira do lago onde passara momentos felizes com sue pai(Falecido). O pai de Bumba tenta mostra-lo e de alguma forma na esperança que assim seu filho construa uma consciência de cuidado com a natureza.





Um livro não apenas para crianças e sim para todos. Um livro que mostra o quanto NÓS destruirmos e que é belo e o que realmente importa. Vale muito apena compra e ler seja com seu filho,vizinho, sobrinho ou até mesmo você como eu fiz.


You May Also Like

0 comentários

Você pode me encontrar em vários lugares: Instagram | Facebook | Skoob | Pinterest | Youtube