A VERDADEIRA HISTÓRIA DO HALLOWEEN

by - 16:51


O Halloween, ou Dia das Bruxas, como é conhecido no Brasil, é uma forte tradição cultural na Irlanda, no Reino Unido, no Canadá e principalmente nos Estados Unidos. O nome “Halloween” é uma contração do termo “All Hallow’s Eve”, que significa “véspera de todos os santos”, no inglês antigo. O post de hoje é para desmitificar a ideia de que essa festa surgiu nos Estados Unidos, como a maioria acredita.

Existem várias explicações para a sua origem, sendo uma delas o dia de Samhain, uma celebração celta. E, de fato, muitas das tradições que celebramos no Halloween vieram da cultura celta e gaélica.
Samhain, que significa novembro, em irlandês, representa o fim do verão e do período de colheita no calendário celta.

Os celtas acreditavam que Samhain era a ligação entre os vivos e os mortos, quando os espíritos dos vivos poderiam se misturar com os espíritos dos mortos. Também é dito que esta festa representava uma celebração das pessoas falecidas desde o último Samhain. Todos os anos os mortos eram celebrados. Na esperança de guiar os espíritos de seus entes queridos para o seu lugar de descanso, grandes fogueiras eram acesas para guiar os espíritos para o “outro lado”.
Mas isso não é tudo. Acreditava-se que os espíritos eram perigosos e poderiam passar para a terra dos vivos, muitas vezes praticando truques maldosos. Para impedir os espíritos de fazerem maldades, os vivos começaram a se vestir com fantasias, máscaras, capas, chifres e etc, a fim de enganar os espíritos como se eles fossem um deles.

Como o Halloween chegou aos Estados Unidos?



Na segunda metade do século XIX, houve uma grande migração irlandesa estimulada pelas péssimas condições na Irlanda, como a Grande Fome de 1840, a qual falamos sobre isso neste post aqui e a opressão britânica, então milhões de irlandeses fizeram o seu caminho para os Estados Unidos levando consigo suas tradições.

A lenda do Jack O’Lantern – a história da abóbora que antes era nabo

Há séculos as pessoas vêm fazendo as abóboras iluminadas no Halloween. A lenda do Jack O’Lantern surgiu de um mito irlandês que conta a história de um homem conhecido como “Jack Miserável”. Segundo a lenda, Jack Miserável convidou o diabo para tomar uma bebida com ele. Fiel ao seu nome, Jack Miserável não queria pagar a bebida, então convenceu o diabo a se transformar em uma moeda para que o Jack usasse para pagar as bebidas. Depois que o diabo fez isso, Jack decidiu pegar a moeda e colocá-la em seu bolso ao lado de uma cruz, o que impediu o diabo de voltar à sua forma original. Jack então solta o diabo sob a condição de que ele não o incomodaria durante um ano e que, se ele morresse, o diabo não poderia pedir a sua alma. No ano seguinte, Jack o enganou de novo fazendo o diabo subir em uma árvore para pegar um pedaço de fruta. Enquanto ele estava em cima da árvore, Jack esculpiu um sinal da cruz na casca da árvore para que o diabo não pudesse descer, até que o diabo prometeu a Jack que não o incomodaria por mais dez anos.
Passou um tempo e Jack morreu. Como esperado, Deus não permitiria que uma figura tão repugnante fosse ao céu. O diabo, por sua vez, tinha que manter sua palavra de não pedir a alma de Jack e não permitir que ele fosse para o inferno. Foi então que o diabo enviou Jack para a noite escura com apenas uma queima de carvão para iluminar seu caminho. Jack colocou a brasa em um nabo esculpido e tem vagueado pela terra desde então. Os irlandeses o apelidaram de  “Jack O’ Lantern”.

Quando os irlandeses migraram para os Estados Unidos, eles perceberam que as abóboras, fruta nativa da América, era muito mais abundante do que nabo e foi assim que a cultura das abóboras enfeitadas foram disseminadas pelo mundo.
Fontes:
http://www.history.com/topics/halloween/jack-olantern-history
https://partiumundo.com/a-verdadeira-historia-do-halloween/

You May Also Like

1 comentários

Você pode me encontrar em vários lugares: Instagram | Facebook | Skoob | Pinterest | Youtube